Um blog sobre Estados Unidos, Brasil e pensamentos aleatórios. Have fun!

Who read my blog until now?

United States, Brazil, Portugal, United Kingdom, Germany, France, Japan, Ireland, Canada, Netherlands, Turkey and Uruguay.
Aperte Ctrl + para aumentar o texto e Ctrl - para diminuí-lo.

sexta-feira, 27 de março de 2009

Waiting... (Esperando)

Status
"Your application is currently being circulated to host families."

quinta-feira, 26 de março de 2009

Aprovação Oficial - Retorno da Instituição Americana

Nesse período de espera da confirmação, me pediram para alterar a carta à família hospedeira, assim fiz e aguardei contato novamente. Imaginava que as famílias pudessem entrar em contato em Abril, coisa do tipo, e não foi nada disso. Foi tão rápido quanto.

Meu Deus, a aprovação chegou hoje às 11h40 da manhã. O estado de choque é normal nessas horas? Não sei, mas tô pasma só de imaginar que vão começar a me ligar, mandar e-mails, etc. É uma mistura de alívio e de desespero. Minha Nossa Senhora Aparecida... rs!

"Dear MARCELA,

You have been accepted onto the Au Pair In America programme.
A full acceptance pack has been sent to you in the mail and below is a reminder of your login details for the Au Pair in America Website, where you will be able to access lots of useful information on matching with a host family and can learn more about life in the US.

Please feel free to contact us with any questions and we hope to find you a great host family soon.

Kind regards,

Au Pair in America"

É isso. Agora tenho que torcer e rezar bastante pra que venha a família supeeeeeeer bacana que espero e que seja o que realmente Deus quiser.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Aprovada - Parte I

Certo. Fui até a agência conforme o combinado. A Cláudia iniciou com um teste de personalidade. 260 questões sobre vários assuntos, focando o que sou em questão de responsabilidade, conhecimento, essas coisas. Quando soube que tinha que responder em 30 minutos as 260 questões fiquei com receio de não dar tempo, mas beleza, correu tudo bem e terminei a tempo.
Depois a Cláudia me disse que teríamos um bate-papo em inglês pra saber se meu inglês é bom, ruim, médio, enfim, pra fazer uma avaliação do idioma.
Foi um bate-papo bem descontraído. 2 páginas de questões, e fui explicando meus interesses, o que tenho de experiência, o que me faz querer ser Au Pair, vários itens referentes a minha decisão em viajar para os Estados Unidos. Foi muito bacana. A Cláudia é bem simpática e tivemos uma conversa bem saudável e "entendível" rs. Pude passar tranquilidade, segurança e falei bem. O inglês saiu... rs!
Resumindo, agora com a aprovação do idioma e o teste feito, tenho que aguardar 3 semanas mais ou menos para que a Cláudia envie tudo para a organização nos Estados Unidos, e eles me dêem a confirmação de que posso ser escolhida pelas famílias. Aí sim as famílias começam a visualizar meu perfil e entrar em contato. Começa a seleção.
Bom, tudo está mais tranquilo agora. Posso respirar e dormir mais calma.
Vamos aguardar e ver o que a organização me diz.
Um beijo.

quarta-feira, 11 de março de 2009

Testes Marcados

Bom diaaaaaa diaaaaaaa!
Certo, acordei felizérrima hoje. Ontem, depois de tentar comprar a TV do meu quarto na própria loja e não conseguir, minha irmãe me ajudou comprando pela internet mesmo e agora terei uma TV novaaaaaaaa. Uhuuu... ando assistindo tanto filme que nada melhor do que uma resolução agradável né não?! Minha irmãe é linda. Está passando por um momento muito delicado, e mesmo assim não deixa de ser prestativa e dedicada. Deus há de ajudá-la e tudo vai ficar bem.
Escrevo hoje pra dizer que acerto hoje a documentação autenticada e amanhã cedo estou na agência pra fazer os testes de inglês e de personalidade se é que entendi direito. Sabe o que isso significa? Que assim que sair o resultado dos testes, inicio a etapa da escolha da família. É uma responsabilidade e tanto que vem pela frente e tudo precisa ser pensado e friamente calculado... rs! Quero que tudo dê muito certo, senão me enforco num pé de cebolinha de imediato. Assim que estiver com o resultado dos testes, publico aqui.
Sobre o lugar que quero ficar nos Estados Unidos, ainda não sei muito bem. Tenho muita vontade de ficar em Nova Iorque, porém é meio complicado conseguir exatamente o lugar que você quer. É claro que estou muito positiva sobre o que quero que aconteça, mas é difícil decidir o lugar. Tomara que apareçam famílias de muitos lugares e que sejam do perfil que procuro, assim posso pesquisar direitinho sobre as cidades e decidir com mais segurança.
Vamos ver.

segunda-feira, 9 de março de 2009

A carta para a família

Application resolvido, um monte de detalhe, uma ou outra coisinha alterada, agora tem a carta da família. Primeiro você se descabela, depois você respira e escreve FUNDO. rs!
Depois da revisão do Marcelo, meu amigo do trabalho que é profundo filósofo rs, está bem resumida a carta. Claro que eu traduzi pra ele né? rs. Vamos ver no que dá. Hoje já recebo a confirmação da Cláudia e já agendo o teste. Daí, que venha a "host family". Parece que não, mas o tempo voa sim. Apesar que agora tô mais focada como objetivo do que como desespero, daquele tipo "AI MEU DEEEEEEEUS, E AGORAAAAAAAAAAA?". Tento dizer pra mim mesma "Babyyy, é objetivooo, é decisãaaao, é agora ou agora. Depende só de você." Mas no fundo fica um pouco do medo e de insegurança. Digamos que aos poucos eu esqueço esse "fundinho incomodante".. rs!

A carta:

Dear host family,


My name is Marcela Rios, I'm 22 years old and I lived with my older sister in São Paulo since 1998. I lived with my mother and another sister in a small city of state of São Paulo. I came to this city to try a better job and to study in a better school/college. I'm always with people around me. I have many friends and when I can, I go to visit my mother in her city. I miss her a lot, but I learned how to live with the distance, that’s why the Program can not be a problem for me.
I always wanted to go to the USA, then I decided when I finished my graduation, I'd try again. And here I am.
I like to do many things with my friends as to sing and to play the guitar. Sometimes we go out to a party, or to celebrate something in a pub. I'm so excited to make people happy; special those that I love, and make me feel good. I like to play soccer, chess, and many things about sports and intelectual games.
Care of kids is something that I really like. When I studied at Cefam, school where I learned how to teach kids, I learned many things about them. Kids are special and you need just patience and love to help them. You can learn together. I worked at Só Toquinho firstly. There I could understand many things, especially how to care of kids in their healty moments and what they really like to do to feel better. Kids like to play, to sing, to draw, to make many things in a short time, and if they like so much something you need to explain about their time and about their needs. Kids don't like people who shout, who is rude. You need to have affection for them.
After Só Toquinho School, I worked with kids at Funtime English School, then my experience was increasing. After that, I worked with a social program of the government and with Luzia, the child that I cared until last year.
To be an Au Pair is a great goal for me. In 2006 my friend went to New Jersey and tell me about her experience, then as I knew the program and she said many good things about it, I decided to subscribe and share my culture, my knowledge, my hobbies and everything can be good to me and to the family that I’ll live. I hope that me and the family become great friends and we can talk about our experience of life. To be an Au Pair is a great experience to learn more about English and it’s my focus. I want to learn English very well and come back to get a great job.
I think it’s normal I miss my family, friends and everybody who lives here, but I have a goal and I need to execute it. The child that I’ll care will have fun a lot, ‘cause I love new jokes, new songs, and to make people laugh. My host family can not worry about sadness. I’m very very very happy and God has given me all I need to be complete. I have a great family, I always tried to get my goals and I concluded them, I have special friends and I’m not afraid about this new experience, and the best: I’m just 22. I think if you can, you get it and you need to give your best in everything you do. I’ll help with I can, and if I don’t know how to do, I’ll learn. I’ll be there for that. I’ll care of a child (or more) and we’ll learn each other. I’m in the better part of my life, and to live in the USA it will so much fun and different for me.
You can count on me, and I hope it be mutual. I’m young, I’ve already finished my graduation, I have my goals and I’ve worked with kids a lot. I have experience to be secure for this program. It’s my best moment to be in the USA. I don’t have doubt about it. I’ll do wherever is necessary to be a great Au Pair. You can count on me. I’ll be there for that.

terça-feira, 3 de março de 2009

Retorno do Application

Primeiro bate o desespero quando você ainda vê que precisa alterar mais coisas do Application, mas respirei fundo e contei até 2355, rs! As alterações eram poucas e simples, assim as fiz e já mandei de volta pra coitada da Cláudia da agência. Acho que ela não aguenta mais ler na caixa de entrada "Marcela Rios (M's)". Mas enfim, mandei pra ela e tive a confirmação. Foi aprovado.

A felicidade nem se compara em ter que ficar livre daquele monte de papel, mas aí vem a observação "vamos para a segunda etapa". Já pensei que fosse mais um bilhão de informação, mas ficou mais sossegado. Precisava preencher as experiências com crianças e fazer uma carta pra família americana ler assim que pegar seu dossiê. Acabei de mandar as experiências pra Cláudia verificar. A carta ainda preciso pensar. Não posso mandar qualquer coisa.

Depois de enrolar tanto, comprei a TV pro meu quarto. 22", black piano, som super, imagem super, LCD, e várias frescuras. Eu sei que tenho que economizar e tal, mas eu mereço vai? Não tem nem comparação com o monitor normal do pc. Quero ver os filmes que tenho numa tela decente.. rs! (Tadinho do monitor de 17", tá ficando ofendido.. rs). Eu uso e abuso até a viagem e depois minha família usa e abusa também. Não tem problema nenhum. E quem é que nunca ouviu que das coisas materiais não levamos nada dessa vida? Hein?

Hoje a sensação não é das melhores. Passei o dia com um pouco de dor de cabeça e meio ruim do estômago. Tô rezando pra isso não ser ansiedade ou coisa do tipo. Se ficar assim agora, imagina quando confirmar o visto. Meu Deus. Fora a parte sentimental, que a cada passo começa a dar um aperto no coração, enoooooooorme. Que tudo corra bem.

Depois ainda tenho o teste de inglês e de personalidade. Vamos ver no que dá.