Um blog sobre Estados Unidos, Brasil e pensamentos aleatórios. Have fun!

Who read my blog until now?

United States, Brazil, Portugal, United Kingdom, Germany, France, Japan, Ireland, Canada, Netherlands, Turkey and Uruguay.
Aperte Ctrl + para aumentar o texto e Ctrl - para diminuí-lo.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

2012!


Retrospectiva de 2012: Comecei o ano com muitos amigos e sem amores. Termino com os verdadeiros amigos dentro de mim, mesmo que distante, e com novos amigos. Termino o ano com um novo amor que me trouxe paz e me ensinou a amar de novo. Minha família continua sendo a melhor do mundo, independente do ano, mês ou dia. Aprendi a ser mais grossa e viver a minha vida. Se quisesse viver a vida dos outros comprava um gato. Profissionalmente comecei arrasando e terminei renovando. Que 2013 seja o ano do dinheiro, pois paz, amor, harmonia e felicidade já me tem de sobra. Agradeço de coração aos que me desejaram o bem. Que tudo venha em dobro e que 2013 não seja nada 13. As turbulências desse ano e de todos os outros só me serviram pra crescer e melhorar sempre sem machucar ou ofender alguém. Mais um ano, mais lições de vida e menos solidão. Muito menos! Um ótimo 2013 pra todo mundo.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

A liberdade que te prende




O que é ser livre pra você? Ir pra onde quiser? Não dar satisfação de nada pra ninguém? Liberdade é ser sozinho fazendo o que bem entender? Discordo. Liberdade é manter conexões, relações, proximidades e mesmo assim fazer o que a vida te permitir fazer. Não existe uma definição exata para liberdade além de "tornar-se livre" que na minha opinião não é deixar de falar, de se explicar, mas sim saber dizer o que você tem pra dizer sem ferir ninguém. Filhos temem justificativas aos pais por se achar no direito de fazer o que bem entender sem os pais saberem. Irmãos, amigos, colegas temem dizer o que pensam, o que fazem por achar que pode ferir machucar com tanta liberdade, com tanta facilidade de fazer o que quer. Namorados, casais, ficantes, amantes temem viver a liberdade de tomar uma cerveja com os amigos, de saírem sozinhos, de viverem suas vidas. Sua conexão com alguém não significa obrigação de ser grudado, de viver tudo com tal pessoa. Seja pai, mãe, amigo, namorado, a vida é sua e cada um deve respeitar seus desejos e suas vontades. Se você não faz nada para atingir o próximo, não tem porque não viver. Tudo é uma questão de escolha, de diálogo e de compreensão dentro de limites e de cumplicidade. Diálogo é a melhor forma de expressar o que pensa, o que acha melhor da sua vida e se você se mantém numa bolha e ignora opiniões alheias, você infelizmente é um grosso escroto que não sabe viver a vida e a sua liberdade te prende. Te prende a um mundo de omissões e de falcatruas e um dia isso tudo vai vir à tona e quem paga o pato é você. Abre a boca e fala... quem escuta estará pronto para saber de você através de você e não da boca dos outros. Que mania besta de omitir e mentir. Falar a verdade dói, viver sua liberdade e ser feliz não. Se não há mal algum gostar de curtir a vida sem enganar a si mesmo e sem machucar alguém que você ame, vá em frente. A sua liberdade é o que você tem dentro de você e que não atinge coração nenhum. Você é livre. Livre pra ser feliz, pra sorrir, pra caminhar com as próprias pernas e manter um vínculo muito forte com pessoas que se importam com você. E acredite, cuide das pessoas que se importam com você. Elas estarão lá na frente te olhando e relembrando do quanto você promoveu o bem e sentirão orgulho do que você se tornou. E isso não será somente por você ter aprendido a ser livre, mas sim pelo seu caráter, pela sua dignidade e pelo bem que você faz só por ser você e pronto.