Um blog sobre Estados Unidos, Brasil e pensamentos aleatórios. Have fun!

Who read my blog until now?

United States, Brazil, Portugal, United Kingdom, Germany, France, Japan, Ireland, Canada, Netherlands, Turkey and Uruguay.
Aperte Ctrl + para aumentar o texto e Ctrl - para diminuí-lo.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Publicação no Diário de SP - 12

Texto da semana no Diário de SP.


"Me dá um P, me dá um A, me dá um Z = PAZ" sobre o comportamento americano na comemoração dos jogos e derivados. 


Link do Jornal:  http://www.diariosp.com.br/_conteudo/2011/01/23764-me+da+um+p+me+da+um+a+me+da+um+z++paz.html




Me dá um P, me dá um A, me dá um Z = PAZ

E no meio dessa experiência Brasil-Estados Unidos, resolvi escrever sobre o comportamento americano em eventos esportivos ou qualquer outra coisa que envolva multidão para um determinado foco.

No domingo, dia 26 de janeiro fomos assistir o jogo de futebol americano dos Jets (NY) contra os Steelers (Pittsburgh). A torcida em peso era para os Jets. Bar lotado e um cara no meio da torcida era do time adversário. No começo do jogo o torcedor foi motivo de piada por não torcer pelos Jets.

No decorrer do jogo tudo ia bem, “J-E-T-S = JETS” por todo lado, até que os Jets começaram a perder. Cada um na sua, acompanhamos o jogo. Final de jogo: Pittsburgh 24 x 19 Jets. Diria que no Brasil era hora de ver pancadaria ou discutiriam por besteira. Acredite! Os americanos se levantam, pegam o casaco e deixam o bar sóbrios. Querendo ou não é uma forma de demonstrar respeito e educação. Além do mais, os torcedores que fizeram piadas sobre o torcedor do Steelers foram pedir desculpas e parabenizar o cara. Fiquei com isso na cabeça e precisava compartilhar.

Os americanos não curtem a vida como nós brasileiros bebendo, farreando e cantarolando pelas ruas, mas uma coisa temos que admitir: os caras são educados.

Já cheguei a ver pancadaria de encontro da Mancha Verde e a Independente em São Paulo. Encontro? Tem noção que as pessoas marcam hora para dar porrada uns nos outros? Isso é feio, nojento e insano. O esporte é uma ferramenta que gera respeito, e vai de cada um sobre como saber administrá-la. Fazer piadas, tirar sarro é comum. Mas muita gente perde a cabeça e o que era diversão se torna pesadelo. Quantas pessoas já morreram por irresponsabilidade de torcedores fanáticos?

Sobre como organizar a multidão é outro mecanismo que admiro nos americanos. No Brazilian Day em New York, de repente mudaram de ideia sobre onde ficariam as primeiras pessoas da fila. Americanos andavam e analisavam o que estava acontecendo. E os brasileiros fizeram o que? Empurraram, gritaram, derrubaram lata de lixo. É triste isso, mas brasileiro que é educado é exceção.

Promover um pouco de paz não faz mal pra ninguém e que tal começar pelo time que você torce, pelo show que você vai, pela festa que você comemora ou até mesmo pelo ônibus que você pega?

Torcedores fanáticos, compulsivos e descontrolados, tentar matar alguém, porque seu time perdeu, não é nem um pingo coerente. Brigar e discutir são ações insensatas e impertinentes. E outro ponto a ser visto é o que você ganha com isso? Sua vida muda? Você se acaba por um time, entra em enrascada e sofre, chora, vive na amargura por uma perda fútil. Seu time perdeu, os jogadores continuam ricos e você? Você tem uma camiseta com um emblema bonito e é oficial. Pelo menos foi o que o camelô te fez acreditar.

Torça. Compartilhe as energias boas em torcer pelo time que você acredita, mas não pense que a vida se baseia nisso. Esporte é entretenimento, é pão e circo, e a sua empolgação deve ser seguida de respeito. A sua festa acaba quando você invade o limite do próximo.

É hora de torcer pra um mundo esportivo com mais paz e com mais organização.

Formada em Publicidade e Propaganda, moro nos Estados Unidos como Au Pair há um ano e sete meses. Se quiser acompanhar a minha experiência nos Estados Unidos, basta acessar meu blog: http://umchocolateaupair.blogspot.com ou me seguir no Twitter em www.twitter.com/umchocolate
Marcela Rios

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!

M's