Um blog sobre Estados Unidos, Brasil e pensamentos aleatórios. Have fun!

Who read my blog until now?

United States, Brazil, Portugal, United Kingdom, Germany, France, Japan, Ireland, Canada, Netherlands, Turkey and Uruguay.
Aperte Ctrl + para aumentar o texto e Ctrl - para diminuí-lo.

quarta-feira, 30 de março de 2011

Lopes Imóveis

Se você tem interesse em comprar imóveis no Brasil, entre em contato comigo através dos comentários do blog. Não importa se você mora no exterior. É hora de investir! 


Vale à pena destacar que em breve começam as vendas para o empreendimento que tem como parceria o cantor Roberto Carlos. O imóvel está localizado na Juscelino. Confira no link abaixo este imóvel e outras opções de investimento. 


Segue o link com alguns dos imóveis em divulgação: 
http://flipflashpages.uniflip.com/2/39647/88235/pub/index.html


Mais informações no post anterior:
http://umchocolateaupair.blogspot.com/2011/03/commercial-business-for-investment-in.html


Beijo!


Marcela.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Rio - The movie


Rio International Trailer by teasertrailer

Contando os dias pra assistir. Orgulho desse Brasilzão! 
Do mesmo criador de "A era do gelo", a história da Arara Azul será em 3D – Terceira Dimensão e estreia no dia 08 de abril de 2011 nos Estados Unidos. A estreia do filme no Brasil ainda não tem data marcada. 

Sinopse: O filme RIO 3D conta a história de Blu, uma arara azul rara que pensa que é a última de sua espécie. Quando Blu descobre que há uma ‘outra’ ele deixa o conforto de sua gaiola em uma pequena cidade de Minnesota e vai para o Rio de Janeiro. Mas longe de ser amor à primeira vista entre o domesticado e incapacitado de voar e a feminista e independente, que voa alto, Jewel.

Inesperadamente jogados juntos, eles embarcam na aventura de uma vida, onde aprendem sobre amizade, amor, coragem e estar aberto às muitas maravilhas da vida. “Rio” reúne uma fauna de personagens vibrantes, uma história comovente, mergulhos coloridos, uma música latina contemporânea e cheia de energia.

domingo, 20 de março de 2011

Commercial Business for Investment in Sao Paulo - SP, Brazil



Commercial Business for Investment in Sao Paulo - SP, Brazil.
It's time to invest in Brazil. It's time for business.

Are you interested? Get in touch.
Agent: Marcela Rios
Celphone USA: 914-373-8756
Phone Brazil: 11-4063-6606
E-mail: marcelarios86@yahoo.com.br
Company: Lopes Consultoriahttp://www.lopes.com.br/

ANÁLIA BUSINESS CENTER




How much does it cost?
In Brazilian Currency it is
R$ 7.600,00/ m² (Real)
If you want to know how much it will cost in dollar, please get in touch and one of our agents will call you back. The price may vary. He will give you more information about the whole business.

Why do invest in Brazil?

Currency in Brazil is favorable at the moment. It's really cheap for foreigners to invest.
Cost of living can be as low as 30% of the cost in the UK/Europe.
Brazil is self-sufficient in oil and is finding more and more oil fields ready for exploration. Petrobras, Brazil’s oil giant, keeps bringing improvement and benefits for the country.
With the last government Brazil became a strong economy, keeping Inflation at an all-time low.
Beautiful Country, with fantastic scenery and beaches.
Some economists believe that Brazil will be one of the future economic leaders along with Russia, India and China (called BRIC).
Brazilian people are always friendly and cheerful and inviting. Smiles go a long way. Cities in Brazil are vibrant and exciting with Carnaval and music.
Brazil is considered a low risk country with respect to war, terrorism, SARS or hurricanes.

Why invest in São Paulo?

Economically and geographically speaking, São Paulo is the largest city in the country with a lot of businesses open 24/7. It is located just one or three hours and a half from the coastal cities of Guarujá, Ubatuba, and Maresias.

The Analia Franco Business Center is located at Tatuapé, one of the most important neighborhood of São Paulo. It is close to a new subway line which helps to make you investment a good deal.

São Paulo:
“São Paulo is the largest city in Brazil, the largest city in the southern hemisphere, and the world's 7th largest metropolitan area. The city is the capital of the state of São Paulo, the most populous Brazilian state. The name of the city honors Saint Paul. São Paulo exerts strong regional influence in commerce and finance as well as arts and entertainment.

The city has many landmarks, such as the Paulista Museum, the neo-gothic Metropolitan Sé Cathedral, the São Paulo Museum of Art (MASP), the Monumento às Bandeiras (Monument to the Bandeiras) and Niemeyer's Ibirapuera Bienal Complex; and more recently the Octávio Frias de Oliveira Bridge (Estaiada Bridge) in the South Side. Paulista Avenue, in Midtown, is the city´s most important financial center.

The city is home to the São Paulo Stock Exchange, or BOVESPA, the Future Markets, and the Cereal Market Stock Exchanges, the second largest stock exchange in the Americas and home of Sao Paulo Fashion Week, the most important fashion event of Latin America. São Paulo has been home to several of the tallest buildings in Brazil, including the Mirante do Vale Building and Itália Building.

With an estimated population of 11,037,593 residents within an area of 1,523 square kilometers (588.0 sq mi), São Paulo is the most populous city proper in the Americas.
The city also lies at the center of the heavily urbanized São Paulo metropolitan area, with an estimated 19,889,559 people in 2009 over 7,944 square kilometers (3,067.2 sq mi),[8] is the largest metropolitan area in the nation. São Paulo metropolitan area is ranked as the second most populous in the Americas.

People from the city of São Paulo are known as paulistanos, while paulistas designates anyone from the whole of São Paulo state, including thepaulistanos. The city's Latin motto, which it has shared with the battleship and the aircraft carrier named after it, is Non dvcor, dvco, which translates as "I am not led, I lead."

A famous nickname for the city is "Sampa." São Paulo is also known for its unreliable weather, the size of its helicopter fleet, architecture, gastronomy, and multitude of skyscrapers.” -- Source: Wikipedia

You can learn more about Economy in Brazil checking this out:


Where is it located?
Avenida Vereador Abel Ferreira, 1844, Tatuapé - São Paulo, SP - Brazil

About the Property:
Having your office in
Jardim Analia Franco means investing in one of the noblest districts of the city, located in a region that undergoes an important growth process. At Analia Business Center you can get the best of prime location with the closest mall --Analia Franco—just about 800 feet away, and also the modern Victoria Hospital just outside.
Release of Property: 03/19/2011

What does “Release of Property” mean?
Release a property is when sales and construction are beggining. The big advantage of buying at this time is you can pay it the lowest price. It is cheaper because you can become a partner to the construction company buying the property still on the plan and helping the project. The last delivery depends on each project; it usually takes 24 to 36 months.

Types of Property:

Type 1
1 bathroom - 1 car garage - Floor Area: 36,00m²

Type 2
1 bathroom - 1
car garage - Floor Area: 37,00m²

Type 3
1 bathroom - 1 car garage - Floor Area: 37,40m²

Type 4
1 bathroom - 1
car garage - Floor Area: 39,95m²

Type 5
Differentiated – One Floor
1 bathroom - 1 car garage - Floor Area: 105,00m²

Type 6 Differentiated – One Floor
1 bathroom - 1 car garage - Floor Area: 107,00m²

Pictures and suggestions for your property:

Lobby:



Office:






Physiotherapy Room:





Agency Office:





Building Plans:

37 m²




68 m² – 2 complexes



















105 m²


295 m² – A half complex 




581 m² – 1 complex



Bulding Plan – Condominium



Madrugada


As madrugadas continuam claras. Hoje a lua está linda. Ontem tivemos a maior lua dos últimos 20 anos. Não sei porque a insônia insiste em me perseguir. São mais de 9 mil fotos no meu computador e eu sempre procuro a pasta errada. Deletar não adianta. Coisas do coração, sabe? Em paz comigo mesma e sem sono totalmente. Filmes, músicas, textos, trabalho, uma porrada de informação e mesmo assim não consigo dormir. Não sei se a ansiedade está tomando conta ou se é por outros fatores, mas o sono não vem. Toda vez que fico sem sono eu quero apenas escrever e escrever e escrever. Ainda bem que eu tenho o blog pra registrar cada momento dessa experiência maluca que me enfiei. Parei pra pensar que são quase dois anos longe das pessoas que mais amo na vida. Conquistei amigos pra vida inteira aqui, conquistei uma família que não é minha e agora a fase está chegando ao final. Começa a dar um aperto no coração e ao mesmo tempo um sentimento de liberdade está no ar. Livre. Todo mundo tem o direito de ser livre, e nada mais certo do que deixar as pessoas livres. Cada um tem o direito de tomar uma decisão, de fazer o que acha melhor na vida. Essa foi a minha escolha. Resolvi desafiar a mim mesma, a me conhecer melhor e permitir conhecer aqueles que amo e os que apenas conheço também. Tem horas que parece maluquice as coisas que faço e que escrevo, mas não tem como explicar. Hoje decidi minha nova tatuagem. Antes de voltar pro Brasil eu vou fazer pra representar tudo isso que vivo aqui. É simples, é pequena. A primeira tatuagem quase matei minha mãe do coração. A segunda, que fiz friamente calculada como diria Chapolin, não assustou tanto. A terceira vai assustar menos ainda. Assisti dois filmes agora pouco e confesso que tem filmes que narram a minha vida. Não vou deixar os nomes, por questão de privacidade mesmo, mas eu sou movida ao coração e é ele quem explode todo dia. Ninguém nunca vai poder explicar as duas coisas mais sinceras nessa vida: amor e ódio. Um não depende do outro, mas andam juntos. É incrível. Nos tornamos individualistas, secundários, membros inferiores, daí começo a ouvir Teatro Mágico e tudo fica bem de novo. Como a música manipula a gente não é? Acredito que todo mundo tenha um tema. 
E nada do sono vir. Vou tocar um pouco, afinal o bandolim é uma atração e tanto às 4h da manhã. Quem sabe daqui a pouco não vejo o pôr-do-sol e o sono vem?! Esse blog foi a melhor invenção na minha vida. São e-mails simplificados, emoções, dicas, aventuras, é uma vida exposta à mediocridade humana. E daí? Que vocês olhapins saibam que a vida é uma só e ela deve ser aproveitada. Nem vou aprofundar pra não falar o que não quero, o que não devo. Beijos de boa noite. Já é domingo e eu nem dormi ainda. Mas a lua tá linda e é isso que importa. =)

sexta-feira, 18 de março de 2011

Yes, I do


Hoje vim aqui pra agradecer. Quero agradecer a Deus por me dar forças, por me ajudar e por me mostrar novos caminhos para cada vitória que eu consegui até agora. Todo mundo fala "eu fiz isso, eu fiz aquilo" e quantos agradecem? Mesmo que você não seja religioso, você agradece quem te educou? Agradece quem te deu base pra chegar onde você chegou? Pensa bem. Agradeço aos meus amigos de verdade pelas risadas que fazem o meu dia motivo de alegria e de saudade. Agradeço aos meus familiares por me educarem e fazer com que eu tenha caráter e dignidade pra conseguir colher frutos e sorrir cada vez mais. Agradeço de coração vocês que acreditam e sempre acreditaram em mim. Um dia a gente sofre, no outro nós sorrimos, nos desmanchamos em risada. O coração não é dos melhores, mas as intenções sim. Quero continuar expandindo alegria. Vocês merecem. Quem deseja o bem, merece o bem. A vida é feita de oportunidades e de falhas. Não desperdice as oportunidades e corrija as falhas. Um detalhe muda o humor, muda a esperança. Vamos nos atentar aos detalhes e fazer o dia de alguém motivo de paz e amor. Não sei se foi o reggae, não sei se foi essa paz de espírito que eu tô sentindo, mas eu precisava dizer: muito obrigada! Obrigada pela força, pela insistência, por me ajudar quando mais precisei, por me dizer a verdade mesmo que fosse doída, obrigada por me deixar ser quem escolhi ser e me tornar. Me tornei uma pessoa mais esperançosa, mais franca e mais egoísta ao mesmo tempo, afinal de conta nem tudo são flores e as pessoas precisam aprender a conviver com isso. Que o coração de cada um que ler esse texto encha de esperança e de amor. O mundo é movido disso. Se uma dessas coisas acabam, parte de nós se vai. Que você ganhe força, paz e felicidade. Acredite, eu já chorei muito pra vir aqui te dar uma lição de paz e alegria. Faltam 117 dias pra que o meu mundo volte a ser preenchido de amor e de felicidade. Os outros 613 foi uma mistura de sentimento e de dores. Não sabia se sorria, porque estava triste ou se era porque estava alegre. Quanta maluquice! Mas óh, vai fundo. Faça o que seu coração quer e tenha missão de paz na terra. O próximo agradece. Com muito respeito, um beijo. O futuro é logo ali e eu  não tenho pressa nenhuma de que ele chegue. 

M's. 

terça-feira, 15 de março de 2011

Soprano - Fernando Anitelli (O Teatro Mágico)

A melhor forma de curar a saudade é cantar, talvez ouvir seja suficiente. Fanitelli sempre me traz paz. 





"Soprano (F. Anitelli)

Será frio, será ausência, será assim ou só lembrança
E se for e se força não há mais pra recantar nossa dança
Teu chão, meu céu, teu colo pra tudo que eu juro
Me desfaço em versos no papel
Não abrindo a porta eu pulo o muro
Pulo da pedra mais alta

Chego voando pra te visitar
Talvez por engano eu venha te beijar
Mudo meu plano pra não te machucar
Tô aqui soprando a chama que me faz brilhar

Será paz, será paciência
Será assim eu ouço a esperança
E se a dor e se adormecer demais
Pra levantar mais criança
Nossa festa ainda vai começar
Nossa peça era a peça que faltava
"Cê" me inspira pra eu te respirar
Em poesia que não acaba
Acabo de pular da pedra

Chego voando pra te visitar
Talvez por engano eu venha te beijar
Mudo meu plano pra não te machucar
Tô aqui soprano o que alumia meu cantar"

Los Angeles - Califórnia

A cidade das estrelas, celebridades, terra da calçada da fama, mansões dos famosos, cidade do Oscar, lugar onde tem os estúdios da Paramount. Pois é, tanta coisa pra visitar que parecia não ter fim. Isso sem contar as praias.


A primeira impressão de Los Angeles foi "Nossa! Isso aqui é Los Angeles?!". Tanta gente dormindo na rua, uma cidade suja e grande. Essa parte de descobrir bem de perto o que a mídia não mostra é a melhor parte em viajar. Quem diria que Hollywood não me passaria segurança hein? Los Angeles é muito grande e tem muito trânsito, mesmo assim conseguimos fazer tudo o que queríamos. Tudo é questão de planejamento, já disse. Abre o mapa e decide as prioridades. O resto é lucro.



Assim que chegamos fomos visitar a calçada da fama que fica na rua paralela ao hotel que estávamos. Ver a placa "Hollywood" dá um arrepio, confesso, mas daí você começa a olhar ao redor e ver que nem é tudo aquilo que dizem. A calçada da fama é uma calçada longa com as estrelas de ponta a ponta. Normal. A única diferença é que é uma calçada que gera lucros para a cidade, afinal, os artistas pagam para colocar o nome lá. Sim, eles pagam taxas pelo nome divulgado. Sabendo disso, entendi o porquê de não encontrar o nome de Julia Roberts e de outros famosos por lá. Pessoas tão famosas que não investiram na calçada da fama. Eu compraria um apartamento do que aplicar meu nome naquela calçada suja. Certo eles. 



O teatro do Oscar, Kodak Theater, estava fechado para a Premiere do filme "Red Riding Hood", com a atriz que fez o Dear John. Por causa da Premiere, fomos visitar o teatro no dia seguinte. É lindo e é inenarrável a sensação de conhecer tudo de perto. Nunca imaginei pisar em Los Angeles, mas quando você menos espera você se surpreende com os resultados dos seus esforços. Nunca, mas nunca mesmo, duvide do que você tem vontade de conhecer, de ver ou de investir. Você consegue. O tempo e a sua força de vontade são seus guias.



No dia seguinte em Los Angeles, fizemos o tour das mansões em Beverly Hills e Bel Air, o bairro das celebridades. Ver a casa de Tom Cruise, Trump, Julia Roberts, Silvester Stallone, entre outros foi normal, mas passar pela casa de Michael Jackson foi demais. O rei do Pop, ícone da música mundial. A calçada é marcada com a imagem do rosto dele. Adorei.





Depois do tour fomos para as praias. Primeiro Santa Monica, onde tem o famoso Pier de Santa Monica que é utilizado em muitos dos filmes americanos. Titanic, Hancock e Homem de Ferro são exemplos do que foi gravado lá. Bacana. O Pier é uma graça e tem vistas da praia imperdíveis. A roda-gigante dá um charme à parte pro lugar.


Do Pier de Santa Monica andamos pela praia até Venice Beach. Quando alguém me falar sobre Venice, só me lembrarei de maconha e gente estranha. A maconha é liberada na Califórnia para tratamento medicinal e em Venice tinha um cara gritando pro povo ir experimentar. Me diz, o cara vendendo maconha ao ar livre e vem me dizer que é medicinal? Aham, sei. Chegou a ser engraçado, porque tinha placas por todo lado e o cara chamando como se tivesse vendendo peixe. Enfim, a praia tem gente de todo tipo e muitas lojinhas. A recomendação de um cara no Pier foi de não ir pra Venice à noite. A coisa é pesada. O lugar tem muitos tatuadores também se te interessar. A praia é linda também. Gente, praia é praia. Tem areia, mar e um céu lindo, é linda. Se tiver suja falamos mal, essa é a diferença. As praias que visitamos não são sujas.



Depois de Venice fomos pra Malibu. Consigo ver a sua cara de tesão ao ler o nome MALIBU. Ficou com inveja? Engole agora, porque Malibu foi a MAIOR decepção da viagem. Pra ter ideia achei que tinha descido no ponto errado hahahah. Uma cidadezinha privada, lojas renomeadas, um Pier famoso, pouca areia e um mar vazio. Pelo menos eu posso brigar com unhas e dentes, porque pisei lá e a TV não me engana mais. Claro que tem famoso lá. A praia é afastada da cidade o que tranquiliza os famosos e só tem mansões no morro. Uma casa mais linda que a outra, mas a praia... o que uma câmera de qualidade não faz hein? Tem uma parte fechada para as filmagens. Vamos pensar por outro lado. Se a Sandra Bullock, Jolie ou até mesmo o Tom Cruise estivesse tomando sol lá a praia ficaria LINDA e talvez eu nem contaria que mal tem areia na costa. Mas como não aconteceu, digo que você precisa sim visitar Malibu, mas não crie expectativas. No way! E vai no verão. Sua vida será muito melhor rs.



Depois de Malibu, conhecemos o trânsito de LA. Delícia de carros parados por 2 horas. Belezinha né? Lembrei tanto de SP e não foi de saudade, sério. Voltamos a bater perna pela calçada da fama, fomos ao teatro de novo, e na manhã seguinte fomos finalmente fazer o tour do símbolo de Hollywood, aquele que fica nas montanhas, e visitamos também outros pontos da cidade. Passamos pelos estúdios da Paramount. Quase cai dura quando vi onde gravaram uma cena de The L Word, um seriado que foi gravado todo lá, que acompanhei todas as temporadas e amo demais. Paramount era meu maior objetivo em LA, pois é onde acontece boa parte dos filmes e seriados americanos. Realizada? Certeza.




Do Paramount passamos também pelo apartamento onde gravaram "Uma linda mulher". Do tour, pegar as malas e esperar o ônibus para San Francisco. Enquanto esperávamos o ônibus, visitei o Centro LGBT de Los Angeles. Eles prestam assistência para os homossexuais tanto para exames médicos quanto para legislação, adoção, etc. A Califórnia é o estado com a maior concentração de homossexuais dos Estados Unidos e está na luta para o matrimônio ser liberado perante a lei. O estado já foi alvo de filmes e seriados sobre o comportamento homossexual e tem como característica ser um estado liberal e de igualdade. Poucos se importam se você é gay ou hétero, ou se você usa calça laranja com blusa verde. A vida é sua e ninguém tem nada com isso. Falarei mais sobre isso no próximo post sobre a cidade de San Francisco. A cidade que me fez me apaixonar, que tem clima de cidade grande, com gente de todas as raças, idiomas e opção sexual. 


Várias situações não era o que esperava da Califórnia, mas a questão de ser livre e ter liberdade de expressão independente do lugar me deixou feliz. Se quiser ser o centro das atenções arrume uma briga na rua ou xinge as autoridades. Seu "baseado" atrás da orelha, sua calça rosa com sapato amarelo ou o seu sotaque tosco não chamam atenção. Eles fazem parte do cenário. 


Los Angeles: terra de gente rica cheia de gente sem casa e de sujeira. Lembre disso quando ver os "ternos e gravatas" na sua telinha. Nem tudo que reluz é ouro. A mais pura verdade. Até mais com o texto sobre San Francisco.

sábado, 12 de março de 2011

San Diego - Califórnia



O sistema de transporte em San Diego, MTS, fornece trolley e ônibus com o mesmo ticket. Nós utilizamos o Day Pass, o ticket que é válido para o dia todo e que custa $5 dólares. Essa foi a nossa forma de locomoção por toda a cidade. Por ser fácil de usar e pontual, conseguimos visitar tudo o que estava previsto para a viagem.

Era hora de aproveitar os 10 dias de férias na tão sonhada Califórnia. Todo mundo fala bem, outros elogiam até demais, mas nem tudo são flores e nessa viagem pude confirmar que a Califórnia pode ser vista de outras formas sim.

Chegamos no dia 04 de março à tarde, por volta das 15h com conexão em Chicago. Do aeroporto, passamos no centro de Informações para visitantes pra pegar o “San Diego Pass”, um cartão que inclui entrada e benefícios para mais de 55 atrações em San Diego. Cartão válido para 2 dias apenas. Você pode escolher para 1 dia, mas fica corrido pra fazer valer o cartão.

Em San Diego ficamos hospedadas, eu e a Patricia, em hostel. Muitas pessoas optam por hostel pela facilidade em fazer amigos, mas principalmente pela economia. Você economiza no aluguel, na comida e também acaba ficando próximo do centro da cidade ou de pontos turísticos. Tudo vale à pena se você pesquisar. Ficamos no centro de San Diego, então tudo ficou muito mais fácil. Para ir para Old Town, o centro comercial que tem muita coisa do México, bastava pegar o Trolley que nos deixava exatamente nessa estação. Se fossemos sentido contrário, voltando pro hostel e passassemos o ponto, poderíamos parar no México. Esse pedaço entre Downtown e México é feio. Muita gente dormindo na rua, pobreza, e nem todo mundo fala inglês. Tem muita, mas muita gente que fala espanhol. Praticamente um pedaço do México no centro de San Diego. Passamos por algumas situações de ter que nos comunicar em espanhol.

A primeira visita foi em Old Town. Um centro de compras lindinho que tem estilo mexicano. Gente tocando pelas ruas, comida mexicana, lojas e doces. Um pedacinho da cultura mexicana dentro de San Diego.

No mesmo dia que chegamos fomos verificar a vida noturna em San Diego. As coisas acontecem entre a 5th avenida e 11st. Nosso hostel ficava entre essas ruas. Os bares são agitados, muita gente bonita e jovem nos bares, o que não é visto durante o dia na cidade. Curtimos a noite num bar country e foi bem agradável. Música e animação a noite toda. Além disso, dentro do bar tinha um touro mecânico, que me lembrou o Johnny Utah's em Nova Iorque, lugar onde passei o Ano Novo. O bar em San Diego é Double Deuce e tem entrada franca. Para se informar sobre os bares, basta procurar os promoters espalhados pelas ruas. Alguns oferecem carimbo e você não paga pra entrar. Foi o caso desse bar que fomos. A maioria cobra de $5 a $15 dólares só a entrada.

No dia seguinte foi a vez de ver o San Diego Zoo. O zoológico famoso da Califórnia e que é gigante. Andamos, andamos e andamos. Metade do dia foi suficiente pra ver as coisas principais do zoo. Logo em seguida fomos para a parte história de San Diego, ainda dentro do Balboa Park. Um lugar lindo que une muito verde e estruturas fantásticas. Visitamos o Museum of Man, o Japanese Garden e outros lugares que só vendo pra acreditar no quão lindo podem ser. Dentro do Balboa Park tem também o Museu de História Natural e o Museu Espacial. O parque é lindo. Minha parte predileta foi o Japanese Garden. Nós não pagamos pra entrar, mas é pago. Custa $4 dólares e você dá uma volta por um jardim. Não é grande, então não crie expectativas. Visite apenas para ver as carpas que são LINDAS. Me apaixonei pelos peixes. Um mais lindo que o outro. Só isso que conta no Japanese Garden. De resto, só paisagem mesmo.

Após Zoo, Spanish Village, Balboa Park, e tudo o que podíamos conferir do mesmo lado da cidade de San Diego, fomos visitar as praias. Oceanside, Mission Bay e Pacific Ocean. Ali mudamos nossa opinião sobre San Diego. Lugares lindos, gente mais linda ainda e uma paisagem mais perfeita que a outra. Confesso que o clima ajudou muito. Calor! Graças a Deus. Pôr-do-sol maravilhoso e encerramos o dia num dos bares na beira da praia. Detalhe: cerveja por $3 dólares. Isso é um milagre comparado com Nova Iorque. A parte de cima do mapa é bem cara mesmo.

No dia seguinte fomos visitar o outro lado de San Diego e como era preciso atravessar a ponte, usamos o Ferry que era incluso no San Diego Pass. Fomos ver o Coronado, uma parte rica e linda de San Diego. Praticamente uma cidade à parte, o Coronado tem apartamentos luxuosos e um hotel que recebe a visita de turistas frequentemente, o Hotel Del Coronado. Com vista para o mar, o Hotel já hospedou presidentes e celebridades, tornando-se assim referência em San Diego. É lindo e vale conferir.

Depois do Coronado, fomos para a praia La Jolla, próxima das outras praias que conhecemos. Fizemos a costa de bike e a vista é imperdível.

San Diego é uma cidade aconchegante e limpa. Não indico como um lugar imperdível de se visitar, mas pra quem tiver a oportunidade, precisa conhecer sim. A parte do Balboa Park é linda e sobre as praias, tomar uma cerveja de frente pro mar rodeada de gente bonita não é pra qualquer um. Se você gostar dessa vida “triste”, vai em frente. É o que te espera.

A viagem continua com o próximo post sobre Los Angeles.